Aborto: três pessoas são presas suspeitas de crime


Três pessoas foram presas suspeitas de aborto, em Montes Claros, no Norte de Minas. A polícia recebeu uma denúncia anônima e foi até o bairro Todos os Santos II. Duas mulheres foram abordadas no momento em que deixavam uma casa. Maria Eliane Esteves, de 34 anos, confessou que havia acabado de ser submetida a um aborto. Já a outra mulher, Maria Laura Soares Fonseca, de 63, teria sido a responsável pelo procedimento. O dono de uma farmácia, Francisco Eduardo Oliveira Neto, de 50 anos, também foi preso por vender um medicamento abortivo às envolvidas. Maria Laura teria recebido R$ 3,2 mil pelo aborto. Além dessa quantia, a polícia apreendeu mais de 7 mil reais em dinheiro e cheques. Maria Eliane foi levada para o hospital e em seguida para a delegacia. Ela pagou fiança de R$ 8 mil e foi liberada. Já Maria Laura pagou fiança de R$ 10 mil e também não ficou presa. Apenas o dono da farmácia foi levado para o presídio e continua preso.




Comentários