Motorista de BMW é indiciado por homicídio doloso após investigação de acidente com duas mortes em Alfenas


A delegacia de homicídios de Alfenas, no Sul de Minas, concluiu a investigação do acidente envolvendo uma BMW e uma moto, que deixou dois mortos na cidade, no dia 18 de novembro. O motorista do carro de luxo, Breno Costa Clemente, de 22 anos, foi indiciado por homicídio doloso, aquele onde a pessoa assume o risco ou a intenção de matar, por ter feito uso de bebida, dirigido em alta velocidade e invadido a contramão com o risco de causar o acidente. Depois de analisar as imagens de câmeras de segurança de um posto de combustíveis e ouvir depoimentos de testemunhas, a Polícia Civil concluiu que o motorista do carro havia bebido antes da batida, que matou o piloto da moto, David Calvo de Oliveira Gomes, de 18 anos e o garupa, Douglas Anselmo de Almeida, de 24. Após o acidente, Breno alegou para a polícia que fugia de assaltantes, oque não foi comprovado durante a investigação. Na ocasião, ele foi detido por homicídio culposo, onde não há intenção de matar, mas foi liberado após o pagamento de fiança. Breno deve continuar respondendo em liberdade.




Comentários