Investigação: avó não cometeu abuso em Bocaiuva


A Polícia Civil descartou a possibilidade da avó, de 61 anos, ter abusado do neto de 06 anos, em Bocaiuva, no Norte de Minas. A mulher havia sido detida na última quinta-feira (04), suspeita de ter abusado do menino. A mãe do garoto procurou a polícia informando que o filho estava com hpv, e isso levantou as suspeitas, já que o garotinho ficava com a avó em alguns momentos. A idosa chegou a ser detida e passou por exames, para comprovar se ela também estava com o vírus hpv, mas o resultado deu negativo. E a polícia descartou o possível abuso cometido pela mulher. Segundo o delegado Leonardo Diniz, um outro parente do menino, de 38 anos, estaria com um vírus, e agora está sendo investigado. Nossa equipe entrou em contato com o advogado da idosa, Ricardo Veloso, que reafirmou que a cliente dele é inocente, e que ela cuida do neto como se fosse mãe da criança. Ainda de acordo com o advogado, a família vai entrar com uma ação de danos morais contra o estado e contra pessoas que divulgaram as informações antes que o inquérito fosse concluído. Ele contou ainda que, a cliente foi muito atacada nas redes sociais e que a família teme pela segurança da idosa. Uma representação no Ministério Público também foi feita.

 




Comentários